Entrega do Prêmio Eduardo Frieiro abriu oficialmente a programação da Semana da Gastronomia Mineira 2019

Foi realizada no auditório JK da Prefeitura de Belo Horizonte a entrega do Prêmio Eduardo Frieiro para as pessoas, instituições e organizações que se destacaram e contribuíram para o desenvolvimento, reconhecimento ou fortalecimento da cultura alimentar em Minas Gerais. O evento marcou a abertura da Semana da Gastronomia Mineira (SGM) com diversas atividades gratuitas durante todo o mês de julho na capital e interior.


Wagner Espanha, Luiz Carlos Braga e Edson Puiati

Edson Puiati, Ricardo Rodrigues, da ABRASEL-MG, e Gilberto Castro da Belotur

A noite foi de emoção, com a presença de diversas autoridades, formadores de opinião e também jornalistas e blogueiros do setor gastronômico em Minas Gerais. O evento prestou uma homenagem especial à Dona Lucinha, por um trabalho de uma vida inteira dedicada ao desenvolvimento e também divulgação nacional e internacional do melhor da gastronomia de Minas Gerais; também ao chef Edson Puiati por seu excelente trabalho de curadoria da Semana Mineira de Gastronomia e aos 90 anos do Mercado Central de Belo Horizonte, um dos mais importantes pontos turísticos da cidade.


Ivo Faria, Edson Puiati e Fabiano Zica

Segundo o chef Edson Puiati, curador da SGM, esse é um prêmio muito relevante para Minas Gerais pois funciona como um verdadeiro Oscar da cozinha mineira. “É um modo de homenagear as pessoas que, de alguma forma, contribuem para o desenvolvimento do setor e, a cada ano, garimpamos e buscamos representantes de todas as cidades mineiras que fazem algum trabalho excepcional. Há quem leve nossa gastronomia até para fora do país”, comenta.


Geraldo Henrique Campos, presidente do Mercado Central entrega o prêmio para André Paixão e Eduardo Petri da Cervejaria Verace e Edson Puiati.

“Premiamos muitas inovações e tecnologias este ano. Jovens que estão fazendo coisas inusitadas e impressionantes e pessoas mais velhas que contribuem de forma muito significativa no associativismo, junto à produção agrícola familiar. O foco é realmente valorizar quem enaltece a cultura alimentar mineira. Qualquer atuação voltada para o desenvolvimento do setor é muito louvável”, finaliza.


Vitório Freitas da EMATER-MG com o homenageado Nenel Neto e Edson Puiati.

Leila do Carmo e Margarida Maria ladeadas por Luciano Pereira e Edson Puiati

O evento teve patrocínio da Belotur, Prefeitura de Belo Horizonte e da Companhia de Gás de Minas Gerais – Gasmig/Governo de Minas, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. A realização é do Instituto Eduardo Frieiro e da Frente da Gastronomia Mineira, com gestão da Espaço Ampliar e curadoria do chef Edson Puiati.


Jair Aguiar Neto do Belo Horizonte Convention & Visitors Bureau com Moacir Carvalho Dias e Edson Puiati

Pedro Magalhães da Gasmig, Marcelo Haddad e Felipe Risola do Circuito Gastronômico da Pampulha, e Edson Puiati

Em 2012, o Governo do Estado instituiu o Dia da Gastronomia Mineira, celebrado em 05 de julho, nascimento de Eduardo Frieiro. Para marcar a data, criou a Semana da Gastronomia Mineira, com uma extensa e saborosa programação, que envolve a realização de oficinas, palestras, demonstrações culinárias, homenagens, feira de agricultura familiar, entre outras atividades. A programação completa da Semana da Gastronomia Mineira está em: https://institutoeduardofrieiro.com.br/programacao/


Dante de Matos, da CODEMGE, Viviane Furst e Edson Puiati

Os premiados na edição 2019

Este ano, os critérios de escolha dos vencedores privilegiaram a história de vida e também a profissional e a contribuição desses personagens para o crescimento da gastronomia mineira. O prêmio visa o reconhecimento estadual e nacional do trabalho desenvolvido por estas pessoas ou organizações. Segue a lista dos agraciados deste ano:

1 – Antônio Augusto Marcellini – grupo “Era Uma Vez Um Chalezinho”

Por ter sido o presidente e fundador da Abrasel nacional e pioneirismo na criação do grupo “Era Uma Vez Um Chalezinho”.

2 – Ricardo Rodrigues – restaurante Maria Das Tranças E Abrasel-MG

O único estabelecimento a ter autorização sanitária para a produção do frango ao molho pardo e também pelo trabalho desenvolvido na Frente da Gastronomia Mineira e Abrasel-MG.

3 – Ivo Faria – restaurante Vecchio Sogno

Celebrando seus 50 anos de profissão contribuindo para o desenvolvimento da gastronomia mineira e por ter sido premiado como “Personalidade da Gastronomia” pela revista Prazeres da Mesa.

4 – Ivair Oliveira – Queijo do Ivair

Queijo do Ivair pela reconhecida excelência na produção queijeira, atingindo como resultado a medalha Super Ouro no Mondial du Fromage, a maior premiação de queijos do mundo.

5 – Anna Marina – jornal Estado de Minas

Destaque no pioneirismo em apoiar e incentivar matérias jornalísticas sobre a gastronomia em jornais impressos.

6 – Felipe Risola e Marcelo Haddad – Circuito Gastronômico da Pampulha

Pela produção e organização do Circuito Gastronômico da Pampulha que comemora este ano 10 anos.

7 – Arnaldo Ribeiro – Queijaria Vale da Gurita

Queijaria Vale da Gurita pela reconhecida excelência na produção queijeira, atingindo como resultado a medalha Super Ouro no Mondial du Fromage, a maior premiação de queijos do mundo.

8 – Moacir Carvalho Dias – Fazenda Irarema

Pelo destaque na produção de azeites de alta qualidade na única fazenda movida 100% a energia solar.

9 – Débora Rabelo – Café Abraço

Pelo trabalho de agroecologia e orgânicos e também pela personalização das embalagens e valorização dos produtores.

10 – André Sá Fortes – Yvy Destilaria

Pela produção e criação do gim mineiro YVY e também pela pesquisa e inovação dos terroirs nacionais com os lançamentos da coleção “Biomas Brasileiros”.

11 – Sebastiana De Oliveira Faria – mulher empreendedora do café

Pelo prêmio recebido como mulher empreendedora do café e campeã no Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais na categoria “Café Cereja” em 2017, colecionando mais de 10 prêmios pela qualidade do seu café.

12 – Jair Batista de Oliveira – Banca do Abacaxi no Mercado Central

Pelos 67 anos de história.

13 – Daniel Neto “Nenel” – Blog Baixa Gastronomia

Pelo destaque no trabalho de valorização da cultura alimentar popular de Belo Horizonte.

14 – André Paixão, Alessandro Fontenelle e Túlio Silva – Cervejaria Verace

Pelas sete medalhas no Concurso Brasileiro de Cervejas 2019, pela produção de cervejas com levedura selvagem e por ter sido a cerveja oficial do Guia Michelin em São Paulo e Rio de Janeiro.

15 – Leila do Carmo e Margarida Maria – Café Sítio da Serra

Pelos prêmios recebidos em diversos concursos regionais, pelo selo Certifica Minas Café desde 2011 e pela edição especial do café homenageando mulheres no rótulo.

16 – Silmar de Castro Mota – Santuário do Mergulhão

Santuário do Mergulhão pela reconhecida excelência na produção queijeira, atingindo como resultado a medalha Super Ouro no Mondial du Fromage, a maior premiação de queijos do mundo.

17 – Cleusa Silva e Ludmila Campos – restaurante Tip Top

Comemoração dos 90 anos de funcionamento, sendo administrado somente por mulheres desde sua inauguração.

18 – Elizabeth Das Dores – Beth dos Licores e Doces

Pela produção artesanal de licores e doces de forma agroecológica e sustentável, tendo reconhecimento nacional dos seus produtos.

19 –Lucas, Antônio, Gabriel, Raí e Rodolfo Amorim – Tradicional Limonada Mercado Central

Pelos 81 anos de história comandada pela terceira geração da família.

20 – João Lúcio e Luiz Fernando – Café Palhares

Comemoração dos 81 anos de fundação e pela criação do KAOL, prato tradicional da cozinha mineira.

Adicionar Comentários

Clique para comentar