Praça Salvador Morici no bairro Floresta é palco de ação social

Toda quarta-feira é servido almoço para pessoas em situação de rua

A praça Salvador Morici, localizada no bairro Floresta, em Belo Horizonte, sempre foi palco de ações sociais desde que foi adotada, em 2015, por Estella Cruzmel, para abraçar o projeto ‘Santa Leitura’ que faz doação de dez livros por dia no banco da praça. Estella também cuida da praça por meio do programa “Adote o Verde” da Prefeitura de Belo Horizonte.

Agora a praça conta com mais uma atividade, desta vez em prol da população em situação de rua. Toda quarta-feira é servido, de forma gratuita, almoço, suco e sobremesa, entre 11h30 e 13h. São distribuídas cerca de 100 refeições. A iniciativa é do Padre Aureo Nogueira, da Paróquia Nossa Senhora das Dores, que junto com os moradores da rua Silva Jardim desenvolveram o projeto na esperança de colaborarem com a comunidade e nutrir a esperança de dias melhores. Vários voluntários trabalham na cozinha para preparar, com muito carinho, os alimentos que serão servidos. “É uma boa mensagem bíblica e uma oração feita pelo padre”, comenta Estella Cruzmel.

“O padre é uma espécie de anjo dos pobres, principalmente nesse período de pandemia no qual a maioria das pessoas em situação de rua está vivendo um momento ainda mais complicado, onde falta tudo, desde alimentos, vestuário, sem contar a questão da higiene e dignidade. O padre também serve café da manhã para os necessitados na região do bairro Floresta. Indignado com a situação atual do país, ele não mede esforços para pregar em alto e bom tom nas homilias sobre o descaso dos governantes pela vida. E a praça Salvador Morici, continua sendo palco de projetos voluntários que espalham alimentos para o corpo e alma”, comenta Maria Célia Ribeiro, moradora do bairro Floresta.

Adicionar Comentários

Clique para comentar