FIC – Festival Internacional Comunitário 07/01 a 13/01

A arte e seu poder transformador

Belo Horizonte recebe, entre os dias 07 e 13 de janeiro, a segunda edição do FIC – Festival Internacional Comunitário, na sede do Grupo Iúna de Capoeira Angola e no Centro Cultural do Alto Vera Cruz, no bairro Alto Vera Cruz. Toda a programação é gratuita.

O FIC se apresenta como uma plataforma internacional de diálogo para pessoas interessadas em compartilhar e adquirir ferramentas que fortaleçam a ação comunitária. O festival não tem fins lucrativos e não conta com apoio de editais.  Construído a partir da rede de parcerias solidárias e pessoas que possam ajudar, é realizado em bairros de periferias estigmatizadas pela fragilidade social e entre seus objetivos principais estão às trocas entre pessoas, organizações e grupos comunitários.

A segunda edição traz uma pergunta e ao mesmo tempo uma exclamação: convivendo em Liberdade?!. É um convite para os participantes refletirem sobre a convivência em liberdade. Esta edição é produzida por Asociación Masaya: Teatro + Convivencia (Costa Rica), Viagens em Educação (Belo Horizonte), Grupo Levante de Teatro do Oprimido (Belo Horizonte) e conta com o apoio e a parceria do Grupo Iúna de Capoeira Angola, Centro Cultural Alto Vera Cruz (os dois de BH), Cecosesola (Venezuela), Circo da Gente (Ouro Preto, Brasil) e Grupos Culturais da Casa do Hip Hop do bairro Taquaril (Belo Horizonte).

A primeira edição do Festival trabalhou assuntos envolvendo a imigração e teve como título FIC: conviviendo sin Fronteras. Sua realização ocorreu do dia 12 ao dia 18 de dezembro de 2016 na comunidade La Carpio, em Costa Rica, contando entre os seus produtores com o Grupo de Teatro Las Voces del Viento integrado pelos jovens dessa comunidade, Asociación Masaya Teatro + Convivencia (Ponto de Cultura de Costa Rica), Maraña (Espanha-Suíça), Grupo Levante de Teatro do Oprimido (Belo Horizonte, Brasil).

Para que Festival ocorra sem grandes dificuldades fizemos uma campanha de solidariedade em que as pessoas possam ajudar de alguma forma através de compras de rifas e doações. Assim, estamos acolhendo a sua ajuda e contribuição.  Pode ser em forma de trabalho voluntário nos ajudando na cozinha ou doando algum alimento não perecível para a realização dos almoços e lanches comunitários, que serão servidos durante todo o festival.
Confira a programação:

 Na Sede do Grupo Iúna de Capoeira Angola (Rua Doutor Brochado, 1500. Alto Vera Cruz)

Dia 07 de janeiro de 2019:

Dança Circular com Fernanda Payão,  10h às 12h

Oficina de Estética do Oprimido com Meire Regina do Grupo Levante de Teatro do Oprimido. 14h às 18h

Dia 08 de janeiro de 2019:

Encontro com o Circo da Gente (Ouro Preto), 10h ás 17h

Dia 09 de janeiro de 2019:

Forró com Bruno Gomes (Intervenções)

Roda de Conversa com a Cecosesola: 51 anos de autogestão (Venezuela), das 11h às 12h

Gestão para a Liberdade em BH: Roda de Conversa entre Coletivos e Organizações, das 15h às 18h

Dia 10 de janeiro de 2019:

Canções e Sons para Embalar a Roda! Com Gustavo Félix (Intervenções)

Oficina de Apoio Mútuo: Jogos e Dinâmicas para Fortalecimento das Redes de Apoio Mútuo com Associação Masaya (Costa Rica & Venezuela), das 10h ás 17h.

 Dia 11 de janeiro de 2019:

Encontro com Eda Costa: Música Yoruba e confecção de Bonecas Abayomi, das 14h às 17h

Roda de Conversa: Capoeira Angola e Comunidade com Mestre Primo do Grupo Iúna de Capoeira Angola, das 17h às 19h

Roda de Capoeira com o Grupo Iuna de Capoeira Angola, das 19hs às 21hs.

No Centro Cultural do Alto Vera Cruz (Rua Padre Júlio Maria, 1577, Alto Vera Cruz)

Dia 12 de janeiro de 2019:

Alto Rabiscos!: Roda de Conversa e oficina Aberta com o artista visual Pelé do Morro do Papagaio e a artista visual Wanatta do Alto Vera Cruz, das 10h às 17h.

Dia 13 de janeiro de 2019:

Alto Laços!: Apresentações e Trocas entre os Grupos Culturais e Organizações Comunitárias, das 14:30h às 19h.

Mais informações do FIC:

facebook.com/FICFestivalInternacionalComunitario

facebook.com/Levante de Teatro do Oprimido de Belo Horizonte

Adicionar Comentários

Clique para comentar