Ubuntu – músicos do Aglomerado da Serra 07/05 a 16/07

Ubuntu – músicos do Aglomerado da Serra convida DJ A Coisa, Zé Pretinho da Cuíca e o rapper Preto Fi para show que homenageia a sonoridade afro-brasileira – dias 7 de maio e 16 de julho

Formado por André Jamelão (harmonia), Maxwell Rocha Mack (percussão) e Thamires Fernandes (voz) o Grupo Ubuntu nasceu em 2019, no Aglomerado da Serra, uma das maiores comunidades periféricas do país, localizada na zona sul de Belo Horizonte. O trabalho tem sua base musical na diáspora africana brasileira, em ritmos como samba, maxixe, jongo, caxambu  e congado. Além da música, o grupo busca valorizar as raízes ancestrais e a cultura do território de origem. O nome “ubuntu” é originado da língua Zulu, pertencente ao grupo linguístico bantu, significa “humanidade” e geralmente é traduzido como “Humanidade para todos”, o que diz muito sobre o censo de pertencimento e coletividade que permeia o trabalho do trio.

Fortalecendo o conceito de valorização da música de matriz africana, o grupo realizará dois shows em centros Culturais da capital mineira, contando com as participações de artistas que representam algumas das muitas sonoridades negras, como o rapper Preto Fi, DJ A Coisa e Zé Pretinho da Cuíca. O primeiro show acontece no dia 7 de maio, sábado, 15h30, no Centro Cultural Vila Fátima (R. São Miguel Arcanjo, 215 – Nossa Senhora de Fátima), e o segundo no sábado, dia 16 de julho, no Centro Cultural vila Marçola (R. Mangabeira da Serra, 320 – Serra), também às 15h30. A entrada é gratuita.

Este projeto é realizado com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte.

Grupo Ubuntu convida Preto Fi, DJ A Coisa e Zé Pretinho da Cuíca Onde:

*7 de maio às 15:30 no Centro Cultural Vila Fatima ( R. São Miguel Arcanjo, 215)Nossa Senhora de Fátima, Belo Horizonte – MG

*16 de Julho às 15:30 no R. Mangabeira da Serra, 320 – Marçola, Belo Horizonte – MG,