Feira Abya Yala 19/04

BH ganha primeira feira indígena e imigrante da cidade

Feira Abya Yala vai ocupar o centro da capital semanalmente com arte e gastronomia e será inaugura com manifestações culturais ancestrais

Em abril, a 1ª Feira Indígena & Imigrante de BH será inaugurada no coração da capital mineira. Semanalmente, sempre às quintas-feiras de 9h às 17h, a Feira Abya Yala vai trazer sua mistura ancestral para a Praça Afonso Arinos, com 14 barracas de artes indígenas e duas de gastronomia. A abertura será na próxima terça-feira, dia 19. Neste dia, além das barracas, o público vai poder experienciar diversas manifestações culturais, como Toré Kambiwá, defumação, Awê Pataxó, além de dança e música Andinas.

Idealizada pelo Comitê Mineiro de Apoio às Causas Indígenas (CMACI), a feira chega para ser um espaço de apoio e visibilidade à cultura dos cerca de 5 mil indígenas que vivem em BH e Região Metropolitana. Além de ser um espaço coletivo de exposição dos trabalhos e de geração de renda para as famílias, a feira deve se tornar um local de encontro, de troca e de conhecimento sobre essas culturas ancestrais.

“A feira Abya Ayala é resultado de uma longa luta por visibilidade, políticas públicas e valorização da vida e da cultura dos povos indígenas que estão fora de terras demarcadas, em contexto urbano ou em trânsito pela capital. O que acontece é que existe um apagamento dessa população e da sua identidade e, quando isso acontece, além de ser uma reprodução da colonização a cidade toda perde de conhecer nossa riqueza e diversidade. Além da feira, a cidade de BH também ganha a Semana Municipal dos Povos Indígenas, ambas conquistas articuladas pelo Gabinete Sylvia Rivera da vereadora Duda Salabert”, afirma Avelin Buniacá Kambiwá, socióloga, professora e fundadora do CMACI.

A data de inauguração da feira não é aleatória: o dia 19 de abril é marcado pelo Dia da Resistência dos Povos Indígenas, que consta no calendário nacional como “dia do índio”, mas foi reapropriado pelos povos originários e se tornou um dia de luta contra o apagamento das culturas, contra o racismo e outras formas de violência; por direitos, por território, pela Mãe Terra. 

Data: toda quinta-feira

Horário: 9h às 17h

Local: Praça Afonso Arinos – Avenida João Pinheiro, 100

Inauguração: terça, 19 de abril, 9h

Abertura cultural: Toré Kambiwá, defumação, Awê Pataxó, dança e música AndinasMais informações:@feiraabyayala | @comitemineiro