Exposição com retratos gigantes de moradores de Sabará será aberta nesse sábado com exibição de filme documentário

Iniciativa promovida pela Fundação ArcelorMittal faz parte do Projeto Moradores que documentou as histórias e memórias de moradores da cidade 

Cerca de 100 moradores contaram suas histórias e memórias afetivas com Sabará, uma das cidades mais antigas de Minas Gerais. É a partir dessa experiência e desses relatos que o projeto Moradores – A Humanidade do Patrimônio produziu, montoue irá lançar uma exposição de retratos em grande formato e um filme documentário nesse sábado (04/12), a partir das 19h, no adro da Igreja do Rosário, na Praça Melo Viana. A exposição, que ficará aberta até o dia 12/12, faz parte de um círculo de ações na cidade em celebração aos 100 anos de operação da ArcelorMittal Aços Longos no Brasil e é uma grande homenagem ao que os autores do projeto chamam de “maior patrimônio que uma cidade pode ter, ou seja, seus próprios moradores.”

Tudo começou com uma tenda branca montada em uma praça pública, uma câmera apontada e um convite. Nesse instante, mais do que o ato de se deixar fotografar, moradores e moradoras de Sabará foram chamados a se reconhecerem como patrimônio cultural da cidade e a contar sua história de afetividade com o território. 

Entre esses moradores, estiveram personagens populares, como Chiquinho, criador da TV Muro, “a menor emissora do mundo”. Filho do projetista do cinema, ainda criança, se apaixonou pelo audiovisual. Desde os anos 90, se dedica a registrar entrevistas com os moradores e a transmiti-las por uma TV no muro de sua casa. 

Outra personalidade querida da cidade que participou do projeto foi Dejair, ex-goleiro, ídolo e último remanescente do épico time do Siderúrgica, campeão mineiro de 1964. A musicista Nath Rodrigues, destaque da música mineira em 2021, nasceu e estudou música em Sabará. Ela também participou do Moradores.

PROJETO MORADORES | SABARÁ

Abertura da exposição e exibição de filme documentário 

Data: 04/12 (sábado) 

Horário: 19h 

Local: Adro da Igreja do Rosário (Praça Melo Viana) – Entrada gratuita

A exposição ficará montada até o dia 12/12.

Acesse o vídeo-convite: https://vimeo.com/651563618