Espetáculo A Última Sessão de Freud 01/04 e 02/04

MINISTÉRIO DO TURISMO E INSTITUTO UNIMED-BH APRESENTAM

“A ÚLTIMA SESSÃO DE FREUD”, NA ABERTURA DA PROGRAMAÇÃO PRESENCIAL DO PALCO INSTITUTO UNIMED-BH

Com direção de Elias Andreato, texto do premiado autor americano Mark St. Germain revela um encontro fictício entre Sigmund Freud e o escritor, poeta e crítico literário C.S.Lewis. Espetáculo estreou em março deste ano, em São Paulo. Em turnê pelo país, fará apresentações em Belo Horizonte, nos dias 01 e 02 de abril, no Grande Teatro do Sesc Palladium.

Sigmund Freud, crítico implacável da crença religiosa e C.S. Lewis, renomado professor de Oxford, crítico literário, ex-ateu e influente defensor da fé baseada na razão, debatem, de forma apaixonada, o dilema entre ateísmo e crença em Deus. Freud quer entender porque um ex-ateu, um brilhante intelectual como C.S. Lewis, pode, segundo suas palavras, “abandonar a verdade por uma mentira insidiosa” – tornando-se um cristão convicto. Essa é a tônica de “A Última Sessão de Freud”, espetáculo baseado no livro “Deus em Questão”, escrito pelo Dr. Armand M.Nicholi Jr. – professor clínico de psiquiatria da Harvard Medical School.

Com direção de Elias Andreato e Odilon Wagner (Sigmund Freud) e Claudio Fontana (C.S.Lewis) no elenco, o espetáculo fez estreia nacional em São Paulo, no Teatro Itaú Cultural, e agora saí para turnê em diversas cidades do país. Em Belo Horizonte, fará duas apresentações: dias 01 e 02 de abril (sexta e sábado, às 21h), no Grande Teatro do Sesc Palladium.

A história se passa no consultório de Freud, na Inglaterra, quando estava exilado depois de ter fugido da perseguição nazista na Austria, em plena segunda guerra mundial, no ano de 1939. O cenário, assinado por Fábio Namatame, reproduz com detalhes o gabinete do psicanalista, pano de fundo para o encontro entre os dois pensadores, que influenciaram o pensamento científico filosófico da sociedade do século XX. Freud e Lewis conversam sobre a existência de Deus, mas o embate verbal se expande por assuntos como o sentido da vida, natureza humana, sexo, morte e as relações humanas, resultando em um espetáculo que se conecta profundamente com o espectador através de ferramentas como o humor, a sagacidade e o resgate da escuta como ponto de partida para uma boa conversa. O sarcasmo e ironia rondam toda essa discussão, e as ideias contundentes ali propostas nos confundem, por mais ateus ou crentes que sejamos.

Em uma entrevista sobre o espetáculo, o autor comenta“A peça mostra um embate de ideias. Isso é uma armadilha, e eu não queria que o espetáculo se transformasse em um debate. Por isso, pelo bem da ação dramática, situei o encontro entre Freud e Lewis no dia em que a Inglaterra ingressou na Segunda Guerra Mundial. Então, são dois homens no limite, sabendo que Hitler poderia bombardear Londres a qualquer minuto.”

PÓLOBH – TEMPORADA DE ESPETÁCULOS 2022

Espetáculo “A Última Sessão de Freud”

Dias 01 e 02 de abril (sexta e sábado, às 21h)

Grande Teatro do Sesc Palladium

Ingressos: pela Sympla – https://bileto.sympla.com.br/event/72010

Preços dos IngressosInteiraMeia-entrada
Plateia IR$ 75,00R$ 37,50