Escolas investem em bebedouros anti-covid em BH

Com o retorno gradual das atividades escolares presenciais, o dispositivo ÁguaàLaser, sensor que dispensa o contato físico para pegar água, se tornou parte da estratégia da prevenção à contaminação de microrganismos nas instituições de ensino

Com a vacinação avançando, as escolas públicas e particulares da capital mineira seguem recebendo cada vez mais estudantes para as aulas presenciais. Mesmo com os rígidos protocolos exigidos pela Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, algumas instituições de ensino estão investindo ainda mais na segurança da comunidade escolar. Como exemplo, há os colégios que decidiram instalar o ÁguaàLaser, criação genuinamente mineira que conquistou o Brasil por ser eficaz na prevenção à contaminação de fungos, bactérias e vírus, como o que causa a Covid-19.

A invenção, criada e patenteada pelo empreendedor mineiro Muriel Ornela, que é o CEO da empresa Beloar, consiste em um sensor infravermelho que dispensa o contato com torneiras e botões para pegar água em garrafas e copos. Com a instalação do equipamento, que pode ser adaptado em qualquer tipo de bebedouro, o risco de ser contaminado por qualquer microrganismo que esteja na superfície e possa prejudicar a saúde é totalmente anulado. Em Belo Horizonte, 40 escolas públicas e 36 instituições de ensino particulares adotaram a tecnologia, além de universidades, repartições públicas e indústrias. Ao todo já foram vendidas mais de 2.500 unidades para todo o Brasil desde o início da sua comercialização, em junho de 2020.

Site da empresa: www.beloar.com.br

Loja on-line: https://loja.beloar.com.br/