Universo infantil é tema do novo vídeo da Cia. de Dança Palácio das Artes

No último dia 12, data que se comora o dia das crianças, a Cia. de Dança Palácio das Artes disponibilizou nas mídias sociais da FCS o vídeo “O que você quer ser quando crescer?”, obra que já indicava o início da imersão no universo da infância durante o mês de outubro. Agora, será lançado “A Todas as infâncias”, outro vídeo que aborda de forma lúdica o mundo das crianças, no dia 30/10 (sexta-feira), às 10h, no Instagram e no Facebook da Fundação Clóvis Salgado (FCS). Esse evento integra o projeto Palácio em sua Companhia, da FCS, e tem a correalização da Appa Arte e Cultura.

Repleto de cenas dos bailarinos interpretando diversas brincadeiras, “A Todas as infâncias” é um vídeo dedicado às crianças, mas também aos que acreditam que a pureza da infância pode ensinar muito aos adultos. “Infância para mim é esse espírito criativo, que brinca com a vida, que está aberto ao que é novo, que constrói seu universo, e que explora sua imaginação. É importante permanecer com a nossas crianças vivas internamente, trazer essa espontaneidade para o mundo adulto, sermos criativos, brincar mais”, pontua Anahí Poty, bailarina da Cia de Dança Palácio das Artes. 

Neste cenário de pandemia, o brincar em grupo ficou restrito e por isso a ideia também foi trazer referências de recreações para as crianças se divertirem sozinhas. “Nós levantamos algumas brincadeiras: pega-pega, pique-esconde e telefone sem fio, que acabou sendo o fio condutor do vídeo. Pensamos muito na possibilidade de brincar contando um segredo e desta forma os bailarinos estão sempre perto da câmera”, explica Christiano Castro, bailarino da CDPA.

Além de Anahí e Christiano, as bailarinas e os bailarinos Beatriz Kuguimiya, Cláudia Lobo, Ivan Sodré, Jorge Ferreira, Léo Garcia, Lucas Resende, Maíra Campos e Sônia Pedroso junto com Cristiano Reis, diretor da Cia de Dança Palácio das Artes, e Dan Maia, autor da trilha sonora, compõem o núcleo de dramaturgia da Companhia, responsável pela concepção de “A Todas as infâncias”.

Processo de criação – Quando a Cia. de Dança Palácio das Artes iniciou a concepção de “A Todas as infâncias”, os artistas fizeram exercícios para relembrarem seus tempos de criança e levantarem perguntas como: “O que você deixou de fazer depois que cresceu?”.

“Tentamos estimular leveza e espontaneidade para as criações de materiais, trazendo brincadeiras infantis. E durante o mês de outubro formulamos alguns exercícios que aos poucos foram sendo colocados para as bailarinas e os bailarinos da Cia de Dança. Um deles foi o compartilhamento de nossas fotos dos tempos de criança, que acabou gerando o vídeo lançado na data 12 de outubro. Ou seja, foi um processo divertido ter esses vários compartilhamentos ao longo do mês. Além disso, fomos em busca de ferramentas que nos ajudassem a encontrar a criança que nos habita. Foi uma experiência maravilhosa”, revela Anahí.

#PALÁCIOEMSUACOMPANHIA – A diversidade cultural do Palácio das Artes encanta o público mineiro há décadas. No período de distanciamento social, o propósito é continuar a oferecer toda essa produção artística para o público, mas em casa. Com esse objetivo, foi lançado no dia 3 de abril o projeto PALÁCIO EM SUA COMPANHIA, que disponibiliza conteúdo cultural e produções inéditas da FCS em plataformas virtuais. São vídeos criados pelos integrantes dos Corpos Artísticos (Cia de Dança Palácio das Artes, Coral Lírico de Minas Gerais e Orquestra Sinfônica de Minas Gerais), coletivos e individuais, veiculados nas redes sociais da FCS (Facebook, Instagram e Youtube) e na Rede Minas. São criações artísticas, pesquisas e bastidores. É oferecida também uma ampla programação com curadoria do Cine Humberto Mauro, composta por mostras de cinema e sessões comentadas. Nas artes visuais, foi criado um potente programa de difusão, reflexão e resgate de exposições realizadas no Palácio das Artes.  No Canal da FCS – Palácio das Artes no YouTube, são exibidos também registros de espetáculos e produções da FCS ao longo de sua história – óperas, concertos eruditos, populares e de espetáculos de dança. O EDUCATIVO FCS, acessado pelo site da FCS, reúne programação e conteúdos sobre as artes visuais, com reflexões e atividades práticas. A formação artística também está sendo oferecida virtualmente, pelo Centro de Formação Artística e Tecnológica – Cefart da FCS, com cursos, aulas abertas e debates. Ao ofertar essa intensa produção, a FCS permite a mais pessoas o acesso a um conteúdo cultural de qualidade, além de assegurar o direito à fruição artística de forma ampla e gratuita.

CIA DE DANÇA PALÁCIO DAS ARTES – Corpo artístico da Fundação Clóvis Salgado – é reconhecida como uma das mais importantes companhias do Brasil e é uma das referências na história da dança em Minas Gerais. Foi o primeiro grupo a ser institucionalizado, durante o governo de Israel Pinheiro, em 1971, com a incorporação dos integrantes do Ballet de Minas Gerais e da Escola de Dança, ambos dirigidos por Carlos Leite – que profissionalizou e projetou a Companhia nacionalmente. O Grupo desenvolve hoje um repertório próprio de dança contemporânea e se integra aos outros corpos artísticos da Fundação – Orquestra Sinfônica de Minas Gerais e Coral Lírico de Minas Gerais – em produções operísticas e espetáculos cênico-musicais realizados pela Instituição ou em parceria com artistas brasileiros. A Companhia tem a pesquisa, a investigação, a diversidade de intérpretes, a cocriação dos bailarinos e a transdisciplinaridade como pilares de sua produção artística. Seus espetáculos estimulam o pensamento crítico e reflexivo em torno das questões contemporâneas, caracterizando-se pelo diálogo entre a tradição e a inovação.

Cia. de Dança Palácio das Artes lança

A TODAS AS INFÂNCIAS, vídeo que retrata o universo das crianças

Acompanhe o Palácio em sua Companhia nas Mídias Digitais:

Instagram: @fcs.palaciodasartes

Facebook: /fundacaoclovissalgado

YouTube: /palaciodasartesmg

Adicionar Comentários

Clique para comentar