Universitários oferecem aulas de reforço escolar

Universitários oferecem aulas de reforço escolar e incentivam o interesse pela ciência

O projeto Ciência no Vetor Norte da Una Cristiano Machado terá a partir de abril um canal no YouTube contendo vídeos curtos e didáticos para ajudar principalmente alunos de escolas públicas

Bicho-papão de muitos estudantes do ensino médio que vão prestar o Enem, disciplinas como química, física, matemática e biologia podem ser aprendidas de um jeito fácil e remoto. É o que propõe o projeto de extensão “Ciência no Vetor Norte” do Centro Universitário Una Cristiano Machado. A partir do início de abril deste ano, a instituição vai disponibilizar videoaulas, games e outros conteúdos online para reforço escolar de alunos que se sentem inseguros diante do déficit na aprendizagem imposto pela pandemia de Covid-19.

“Tenho primas que estudam em escola pública e vejo a ansiedade delas em relação ao conteúdo que está sendo explorado nas provas de Enem. Não estou criticando o conteúdo ensinado pelas instituições de ensino, até porque meu pai é professor de escola pública, mas o acesso do aluno ao ensino, ficou mais complicado em função do cenário de pandemia, contribuindo para deixar o aluno mais inseguro com o aprendizado. Diante disso, queremos democratizar o conhecimento e disponibilizar gratuitamente maneiras ágeis para que o conteúdo fique mais lúdico e simplificado”, conta Paula Sant’Anna Moreira Pais, professora das engenharias da Una Cristiano Machado e coordenadora do Ciência no Vetor Norte.

Com pretensão de ser renovado no próximo semestre deste ano, para englobar um número maior de conteúdo, o projeto contará com canal no YouTube, onde videoaulas curtas, de no máximo 20 minutos, serão apresentadas aos alunos para facilitar a conexão online. Além de democratizar o acesso às disciplinas de exatas e ciências do ensino médio, o Ciência no Vetor Norte, segundo Paula, tem como desafio estimular o estudante por meio de conteúdo simplificado e didático, alcançando principalmente alunos de escolas públicas situadas na área de atuação da Una Cristiano Machado.

A partir do mapeamento da participação dos alunos das engenharias da Una Cristiano Machado,  serão definidos quais assuntos de cada matéria serão organizados para a gravação dos vídeos. A intenção é que o conteúdo seja explorado de maneira simplificada, utilizando, por exemplo, simulados e recurso de gamificação semelhante aos de aplicativos de jogos como já existem nas aulas do Centro Universitário Una.

Além disso, todo o conteúdo produzido pelos alunos da Una será submetido à curadoria de professores para ser liberado para divulgação no YouTube. A inclusão de vídeos novos no canal Ciência no Vetor Norte vai depender muito da participação dos estudantes na plataforma. “As videoaulas curtas vão ficar disponíveis no canal Ciência no Vetor Norte no YouTube. A princípio vamos trabalhar com as disciplinas de química, física, matemática e biologia. Acreditamos que, a partir dessa interação, os alunos inscritos no canal passem a sugerir temas nos quais sintam dificuldades de aprendizado para que possamos aprimorar conteúdos mais leves”, acrescenta Paula.