Sempre um papo com a francesa Charlotte de Castelnau-L’Estoile 15/12

#SempreUmPapoEmCasa recebe as historiadoras Charlotte de Castelnau-L’Estoile e Silvia Lara

Afonso Borges recebe a escritora e historiadora francesa Charlotte de Castelnau-L’Estoile e a historiadora e professora da Unicamp, Silvia Hunold Lara, para uma conversa sobre o Livro “Páscoa Vieira Diante Da Inquisição – Uma Escrava Entre Angola, Brasil E Portugal No Século XVII” (Bazar do Tempo), escrito por Charlotte. Essa será mais uma edição virtual do “Sempre um Papo” com transmissão ao vivo no Youtube, Instagram e Facebook do Projeto. O encontro vai acontecer no dia 15 de dezembro, terça-feira, às 18h.

O livro narra a história da angolana Páscoa Vieira, recuperada em uma minuciosa pesquisa histórica que traz à luz a trajetória dessa mulher escravizada em seu país natal e vendida para um senhor na Bahia, onde é presa pela Inquisição sob acusação de bigamia. Mesmo diante do implacável tribunal do Santo Ofício, em Portugal, para onde foi levada, Páscoa não se dobrou, assumindo a condução de sua própria história e revelando através dela um surpreendente panorama das sociedades escravistas no Brasil e em Angola no século XVII, e o papel da Igreja católica nesse contexto. O livro acaba de receber na França um prêmio muito importante: Prêmio do Senado do Livro de História. “Páscoa Vieira Diante Da Inquisição – Uma Escrava Entre Angola, Brasil E Portugal No Século XVII” (Bazar do Tempo), escrito por Charlotte de Castelnau-L’Estoile acaba de receber na França um prêmio muito importante: Prêmio do Senado do Livro de História e também foi condecorado com o Prêmio Lycéen do Livro de História.

O evento integra as atividades do #SempreUmPapoEmCasa, sequência de eventos patrocinados pela Cemig, Itaú e Mater Dei, com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura do Ministério do Turismo.

Silvia Hunold Lara

Possui graduação em História pela Universidade de São Paulo (1977) e doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (1986). É professora livre-docente (2004) e titular (2009) do Departamento de História da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). É autora de Campos da Violência. Escravos e senhores na Capitania do Rio de Janeiro, 1750-1808 (1988) e Fragmentos Setecentistas. Escravidão, cultura e poder (2007). Juntamente com Joseli M. Nunes Mendonça editou a coletânea Direitos e Justiças no Brasil (2006) e com Gustavo Pacheco a coletânea Memória do Jongo (2007). Organizou ainda a edição comentada de Ordenações Filipinas, livro V (1999) e um repertório da Legislação sobre Escravos Africanos na América Portuguesa, publicado em José Andrés-Gallego (coord), Nuevas Aportaciones a la Historia Jurídica de Iberoamérica (2000, CD-Rom). Tem experiência na área de História, com ênfase na História do Brasil Colonial, da História Social do Trabalho, especialmente na História da Escravidão, e das relações entre História e Direito.

#SempreUmPapoEmCasa com Charlotte de Castelnau-L’Estoile e Silvia Hunold Lara

Dia 15 de dezembro, terça-feira, às 18h, no canais web do Sempre Um Papo: Youtube, no Facebook e Instagram

Informações: www.sempreumpapo.com.br