Santa Casa BH comemora a realização de 350 transplantes em 2019

Hospital é o maior prestador de serviços SUS do Estado e se destaca no cenário nacional por oferecer procedimentos de alta complexidade.

Considerado o maior hospital transplantador de Minas Gerais, a SCBH realiza transplantes de fígado, rim, córnea, medula óssea, ossos e coração. Executa, também, a captação de múltiplos órgãos, coletas de medula óssea e células tronco para o banco do Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME). Em 2019, a instituição fez 32 transplantes de fígado, um aumento de 60% em relação ao ano anterior. Só em dezembro foram 10 procedimentos. Foram feitos também 111 transplantes de medula óssea, 59 de rim, 24 de ossos, 14 de coração e 110 de córnea.O hospital faz parte do “Projeto DONORS: Estratégias para otimizar a doação de órgãos no Brasil”, do  Ministério da Saúde. A iniciativa tem o objetivo de aumentar a taxa de sucesso das doações e a qualidade dos órgãos disponibilizados aos seus receptores.

2019 foi marcante na Unidade de Transplantes da instituição. Em janeiro, o hospital realizou com sucesso seu primeiro transplante cardíaco e devolveu a vida ao Sr. José Valter Ferreira Nascimento, de 64 anos, que lutava contra a doença de chagas desde 2015. O ano foi encerrado com chave de ouro. Sophia Gabrielly Santos, de 3 anos passou dias antes do Natal por um transplante hepático que mudou sua vida. Esse foi o primeiro procedimento da especialidade feito em crianças na Santa Casa BH. O sucesso da recuperação da paciente é comemorado pelas equipes do Transplante e da Pediatria.

Para 2020, a instituição está se preparando para oferecer o transplante de fígado inter vivos para crianças e o de pulmão, que atualmente não é feito por nenhum hospital no Estado. Além disso, em fevereiro ocorrerá a avaliação, junto ao Hospital Sírio-Libanês e Ministério da Saúde, para que o hospital se torne referência nacional  do projeto de reabilitação intestinal pediátrica. A iniciativa busca recuperar pacientes com indicação para transplante de intestino e cuidar daqueles que têm indicação absoluta para realizar o procedimento. A Unidade de Transplantes também será expandida para ter sua capacidade de atendimento ampliada. 

Sobre a Santa Casa BH

Ocupando posição de destaque no cenário nacional das entidades filantrópicas de saúde e no ensino médico, a Santa Casa BH faz, por ano, cerca de 2,6 milhões de atendimentos: mais de 25 mil cirurgias, 423 mil consultas, 2,1 milhões de exames e 40 mil internações. É a que mais realiza, em Minas Gerais, cirurgias do aparelho circulatório e digestivo, do sistema nervoso central e periférico e da mama, além de cirurgia cardiovascular para adultos e crianças. É o primeiro hospital do Estado em número de atendimentos oncológicos, cirurgia oncológica pediátrica, radioterapia e quimioterapia para crianças e adolescentes de até 17 anos.