Mostra de Encerramento do Festival Criatura 08/11

Sexta-feira, 08/11, acontece no Centro de Referência da Juventude a Mostra de Encerramento do Festival Criatura, com atrações variadas, como apresentações musicais, de dança, artes digitais, visuais e sonoras, e a gravação do programa internacional So Far Sounds. Será uma programação repleta de atividades culturais, englobando feira de produtores independentes, rodadas de conversa e apresentações artísticas, sendo essas fruto do que foi desenvolvido durante a semana, nas oficinas que o festival ofereceu. Toda a programação da Mostra de Encerramento é gratuita e aberta ao público.  

A feira de expositores locais e a exposição da instalação sonora produzida por pessoas com transtorno mental e deficientes visuais acontecem durante todo o evento, entre 16h e 22h.

A partir das 16 horas começam as rodadas de conversa, promovendo debates pertinentes às áreas de comunicação, artes integradas, cultura, empreendedorismo, cidades, cotidiano e tecnologia. As mesas contam com figuras importantes da cena belorizontina que são referência nas áreas citadas, como representantes do Lá da Favelinha, do Corpo Cidadão, Raquel Bolinho (grafiteira e empreendedora), Bernardo Biagioni (galeria Quarto Amado e Instituto Amado), Tadeus Mucelli (Festival de Arte Digital), entre outros. O Festival propõe um momento de encontro entre essas pessoas e o grande público, criando um espaço de contato e  troca de idéias.

Após as rodadas de conversa, a Mostra de Encerramento traz apresentações artísticas desenvolvidas nas imersões que ocorreram durante a semana de festival, começando por uma apresentação de dança contemporânea, conduzida por Danielle Pavam, fruto de uma vivência com o Corpo Cidadão. A apresentação será seguida pela gravação do programa internacional Sofar Sounds, que irá registrar uma performance de improvisação musical em grupo na técnica Conduction sob o comando de Guilherme Peluci (Ad Hoc Orquestra), e ainda apresentará mais dois convidados surpresa. Além disso, durante a noite, o coletivo Remonte e os participantes da oficina “Criaturas Soltas” apresentam a montagem de uma instalação de projeção mapeada, também elaborada no decorrer da vivência que ocorreu durante a semana.

Mostra de Encerramento do Festival Criatura – Apresentações artísticas, feira de expositores  locais e rodadas de conversa.
Quando: Sexta-feira, 08/11, de 16h às 22h
Onde: Centro de Referência da Juventude – CRJ. (Rua Guaicurus, 50, Centro. – Praça da Estação)
Quanto: Gratuito – entrada franca
site:  https://www.vaitomando.com.br/festivalcriatura
instagram:  https://www.instagram.com/vaitomando/

PROGRAMAÇÃO:

16h às 22h: Feira de expositores locais

16h às 22h: Exposição da Instalação Sonora produzida pela oficina para pessoas com transtorno mental e deficiência visual

16h às 20h: Rodadas de conversa

20h às 22h: Performance de videomapping da oficina Criaturas Soltas

20h: Apresentação de dança contemporânea da Vivência Corpo Cidadão

20h15: Gravação do So Far Sounds, com a apresentação musical de Improvisação Dirigida na técnica Conduction e mais dois convidados

RODADAS DE CONVERSAS:

16h Mesa 1 – Espaços de Produção de Conhecimentos Sobre Artes

Lugares e projetos disponíveis em Belo Horizonte para a realização de atividades culturais com a promoção de trocas de conhecimentos sobre as artes. Uma conversa que irá reunir atores e experiências proporcionadas por espaços institucionais e iniciativas da sociedade civil.

Participantes:
– Leandro da DPDI – Diretoria de Promoção de direitos culturais – Secretaria Municipal de Cultura de Belo Horizonte
 – Lucas Amorim (Cefart) Centro de Formação Artística e Tecnológica da Fundação Clóvis Salgado
 – Léo Moraes (A Autêntica)
 – Bim Oyoko (Fórum das Juventudes)

17h Mesa 2: Artes, Inclusão e Cidadania

Os convidados dessa mesa exploram a riqueza das diversidades e as artes como espaço para diálogo entre grupos e perspectivas diversas. A conversa é uma reunião de iniciativas no campo da arte e da educação, promovendo ações que visam desenvolver as potencialidades humanas, a realização pessoal e a atitude cidadã.

Participantes:
 – Marcos Catarina
 – Associação Imagem Comunitária – AIC
 – Lá da Favelinha

18h Mesa 3 – Artes Integradas

Um olhar para a conexão entre artes que um dia já foram segmentadas implica o olhar para as relações que tornam possível e compõe a sua integração. Trata-se de explorar o potencial das artes de desmontar os elementos de cada texto e os reorganizar, devolvendo novos significados à linguagem. A mesa é uma proposta de olhar para as artes englobando o conteúdo de diferentes linguagens não apenas pelas suas estéticas, mas também pelas suas técnicas e métodos de trabalho, para as novas formas do fazer artístico que colocam em sinergia processos interativos, abertos e coletivos.

Participantes:
 – Tadeus Mucelli (Festival de Artes Digitais)
 – Danielle Pavam (Corpo Cidadão)
 – Guilherme Peluci (Conduction)
 – Coletivo Remonte (Oficina Criaturas Soltas)

19h Mesa 4 – Arte e Cotidiano

Conversas sobre a impossibilidade de certas obras serem expostas em um quadro, ou mesmo dentro de um museu, por se tratarem de obras que dependem da experiência cotidiana com o outro para existirem. Uma reflexão sobre a presença viva da arte na cidade, com obras que não cabem em um quadro.

Participantes:
 – Maria Raquel Bolinho
 – Bernardo Biagioni (Instituto Amado)
 – Eduardo de Jesus (Pragmáticas da Imagem – PPGCOM/UFMG)    

Adicionar Comentários

Clique para comentar