Monobloco 2.0 25/02

No ano em que comemora 20 anos de sua fundação, o MONOBLOCO desfila pela terceira vez em BH, dia 25 de fevereiro

É o MONOBLOCO 2.0, que traz novidades no repertório, bateria formada por batuqueiros de BH e muita animação

Nascido no Rio de Janeiro em 2000, para resgatar o movimento dos blocos de rua, o Monobloco começou com uma pequena oficina de batucada. Ao final do primeiro ano de vida, fez o seu primeiro desfile na cidade, se oficializando como um bloco de carnaval. A partir daí, ano após ano, o Monobloco passou a reunir cada vez mais foliões, mudando de itinerário à medida que seu público crescia, arrastando multidões em seus desfiles.

Muito além de um bloco do carnaval de rua, o Monobloco forma percussionistas nas oficinas e workshops que ministra de forma permanente, nas três cidades onde desfila: São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro, onde tudo começou. Os ritmistas dão identidade local à proposta do Monobloco, fazendo das baterias referência no carnaval de rua. O grupo chega aos 20 anos como um movimento musical brasileiro colaborativo, que transforma o indivíduo em coletivo através da música.

Sobre a trajetória de 20 Carnavais, Pedro Luís, um dos fundadores do Monobloco, comenta: “Tudo já pulsa diferente de duas décadas atrás, mas o som do tambor e seu magnetismo são indiscutíveis: a massa vem atrás, em transe, atraída pela linguagem da interação, do descompromisso, questionando com “porque parou”, ansiando pelo “só mais um pouco”. Afinal, é carnaval. E o que pra nós é ano inteiro, pra quem segue o cortejo tem final. Pra nós é sempre recomeço, já há vinte anos e nos próximos 20!”

Uma nova identidade visual, criada pela agência 6D, dá continuidade à estética urbana da identidade visual original do Monobloco, agora buscando inspiração nos cartazes “lambe-lambe”.  Para Celso Alvim, um dos fundadores do Bloco e maestro das baterias, “a força motriz do Monobloco, que nos fez chegar até aqui, 20 anos depois, são os batuqueiros. Gente que se aproxima da música, do Carnaval, da Rua e descobre o prazer de tocar bem. São eles que nos moverão rumo aos próximos 20 anos.”

No terceiro ano consecutivo de desfile na cidade, que abraçou o Monobloco, a bateria é formada por integrantes da oficina de percussão realizada ao longo do ano em BH, reforçada por convidados das baterias do Rio e de SP. “Vou deixar”, “Pro dia nascer feliz”, “Explode Coração”, “Onda diferente”, “Descobridor dos sete mares”, “Toda forma de amor”, além de clássicos do repertório do Monobloco, como “Taj Mahal”, “Fio Maravilha” e “É Hoje”, estão garantidas no desfile do Monobloco 2.0, dia 25 de fevereiro.

Trajeto e horário – A concentração começa às 10:30 e saída do Bloco será às 12:30, em frente a Esplanada do Mineirão, na Av. Antônio Abraão Carhan.