Makely Ka faz canção inspirada no Museu de Congonhas

A história de fé e devoção representada no Museu de Congonhas serviu de inspiração para o compositor Makely Ka escrever a canção “Comutação de Promessas”. Uma música forte que fala das relações entre a fé, as promessas, o ex-votos e o cenário da Cidade dos Profetas. O músico conta que fez a canção depois de visitar Congonhas,  em 2018 e conhecer o museu.

“Havia muitos anos que eu não visitava a cidade, embora tenha sido criado no interior de Minas, numa cidade com obras do Aleijadinho e também com atividade de mineração (Barão de Cocais). Por isso, eu sinto uma certa familiaridade com Congonhas, apesar do distanciamento que nesse caso talvez tenha até contribuído para abordar um tema tão delicado. Eu e minha mulher ficamos muito impressionados com os ex-votos no museu, com a força das mulheres peregrinas, das costureiras, com a exposição sobre a lama de Mariana que estava no subsolo e também com a visão da barragem da CSN, que avistamos do anfiteatro.

Isso tudo formou o caldo para a letra dessa canção e eu mostrei para a cantora Maísa Moura que deu outra dimensão para a música com uma interpretação muito pungente”, explica o músico. 

Confira a canção na voz de Maísa Moura e acompanhamento do violinista Gustavo Souza pelo link: https://vimeo.com/307048280S

Museu de Congonhas – Alameda Cidade Matozinhos de Portugal, 77 – Basílica, Congonhas/MG

Informações: (31) 3732-2526

Funcionamento: de terça-feira a domingo, das 9h às 17h, com a entrada no valor de 

R$10,00, estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia entrada. Crianças até 11 anos não pagam. Às quarta-feiras, o Museu funciona das 13h às 21h, com entrada gratuita. 

Adicionar Comentários

Clique para comentar