Guilherme Arantes e Orquestra de Câmara OPUS 22/11

Um show para cantar junto do início ao fim, com os deliciosos hits e temas de novelas que atravessam gerações, com muito sucesso. Assim será o reencontro da Orquestra de Câmara Opus com Guilherme Arantes, dentro do programa “Orquestrando o Brasil”, no dia 22 de novembro (sexta), às 21 horas, no palco do Sesc Palladium.

O cantor paulista se une aos 22 músicos mineiros da orquestra, com a regência e arranjos do maestro, diretor musical e fundador da OPUS, Leonardo Cunha, para cantar algumas de suas famosas canções: Brincar de Viver, Planeta Água, Deixa Chover, Meu mundo e nada mais, Um dia um adeus, Cheia de charme, Êxtase, Amanhã, Lindo Balão Azul, Coisas do Brasil, Pedacinhos, Muito diferente, Aprendendo a jogar, Trilhas, Na Lágrima de uma mulher e Sob o efeito de um olhar.

Guilherme Arantes é um dos mais importantes compositores da música brasileira e começou a carreira como tecladista e vocalista da banda Moto Perpétuo, grupo de rock progressivo dos anos 1970. Seus sucessos são conhecidos pelas interpretações, mas principalmente pelas composições eternizadas nas vozes de artistas de renome nacional. “Planeta Água”, “Meu Mundo e Nada Mais”, “Cheia de Charme”, “Todo Azul do Mar”, “Deixa Chover”, “Na linha do Horizonte” e “Lindo Balão Azul” são alguns de seus hits cantados em todo o país e que ganham arranjos orquestrais da Opus. Segundo o próprio Guilherme Arantes, seu disco mais recente Condição Humana “…é um CD de um artista vintage, que busca resgatar a velha sonoridade vintage, com músicos vintages, sem muito medo de parecer superado”.

As orquestras de câmara são, por conceito, compostas por um número menor de músicos e instrumentos em relação às orquestras sinfônicas e filarmônicas. As orquestras de câmara foram criadas, tradicionalmente, para apresentações em locais menores e públicos reduzidos, mas não menos exemplares.

A Orquestra Opus conta com o patrocínio da Tracbel via Lei Federal de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura.

Classificação: Livre

Data/horário: 22 de novembro (sexta-feira), às 21h

Local: Sesc Palladium – Av. Augusto de Lima, 420 – Centro

Ingressos:

Plateia I – R$ 120,00 (inteira) / Plateia II – R$ 90,00 (inteira)

Plateia I – R$ 60,00 (meia) / Plateia II – R$ 45,00 (meia)

Para servidores e associados do Sesc:

Plateia I – R$48,00

Plateia II – R$ 36,00

Venda: www.ingresso.com e bilheteria do teatro

Informações: (31) 3270-8100