Aluna da Faculdade Pitágoras assina contrato de trabalho na Alemanha

Estudante com 100% de bolsa pelo ProUni no curso de Sistema de Informação, Lorrany Ribeiro realiza o sonho de viver uma experiência internacional

Da Faculdade Pitágoras para a Alemanha, Lorrany Ribeiro, bacharel em Sistema de Informação, formada na unidade Antônio Carlos, já está com o passaporte na mão, viagem marcada e contrato assinado de um ano em um grande prestador líder de serviços múltiplos de mobilidade na Alemanha. Com apenas 22 anos, a jovem estudante que colou grau em agosto deste ano, viaja no final do mês para o continente europeu. Atualmente, a empresa opera em 100 cidades europeias, possui 14 milhões de passageiros e mais de 100 mil motoristas.  Lorrany vai atuar na companhia como desenvolvedora de software, mais especificamente como backend de aplicativo mobile utilizando Kotlin e Java.

Para Lorrany, estudar na Pitágoras, fez toda a diferença nas suas conquistas.  “Graças a um trabalho de faculdade consegui um estágio. Aprendi muito e cresci bastante como profissional. Durante o curso foram me dados muitos desafios, o que foi essencial na minha formação”, diz

Sem qualquer perspectiva de conseguir pagar uma faculdade e ingressar no curso superior, Lorrany começou os estudos aos 18 anos de idade, através do processo seletivo de bolsas do Programa Universidade para todos (ProUni), programa criado pelo Ministério da Educação (MEC), que fornece bolsas de estudo parciais e integrais em instituições de ensino. “Meus pais não teriam condições de pagar uma faculdade e na época, eu trabalhava apenas fazendo “freela” de Designer Gráfico, então, concentrei meus esforços em tirar uma boa nota no ENEM para concorrer a uma Bolsa Integral pelo ProUni. Ter conseguido foi essencial e a possibilidade que eu encontrei de ter acesso a um curso superior. Minha carreira começou e até hoje continua desenvolvendo graças aos meus estudos e dedicação”, conta.

Filha de Maria Helena Pinto e Glaydson Adriano Ribeiro, Lorrany, que sempre estudou em escola pública, vai ganhar o mundo e conquistar o seu tão sonhado espaço na profissão. Nascida e criada em Justinópolis, Distrito de Ribeirão das Neves, ela já chegou a pegar sete ônibus por dia no trajeto de ida e volta para a faculdade. Assim como Lorrany, o programa de estudos do ProUni já atendeu, desde sua criação, em 2004, até o processo seletivo do segundo semestre de 2018, mais de 2,47 milhões de estudantes, sendo 69% com bolsas integrais. “Fico muito feliz pela minha trajetória. Sou extremamente grata a todas as pessoas que me ajudaram, orientaram e me incentivaram”, diz.

Adicionar Comentários

Clique para comentar