Exposição Mário & Alphonsus Revisitados 10/12 a 31/07

Casa Alphonsus de Guimaraens abre a exposição “Mário & Alphonsus Revisitados”

O célebre encontro entre os escritores mineiro e paulista completa 100 anos

O Museu Casa Alphonsus de Guimaraens, equipamento cultural da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult), inaugura, no dia 10 de dezembro, a exposição “Mário & Alphonsus Revisitados”. A mostra acontece em comemoração aos 100 anos da marcante visita de Mário de Andrade ao poeta simbolista Alphonsus de Guimaraens. Ela será recebida simultaneamente pelas antigas residências dos dois escritores, no Museu Casa Alphonsus de Guimaraens, em Mariana (MG), e na Casa Mário de Andrade, em São Paulo (SP), podendo ser visitada até julho de 2020.

A exposição revive este memorável momento das duas personalidades por meio de referências em cartas e publicações da época. A visita aconteceu em 10 de julho de 1919, em Mariana, onde Alphonsus residia. Serão promovidas, ainda, em horários agendados, interações entre os visitantes dos dois estados através da internet. Com a “revisitação”, os dois museus-casas buscam preservar e valorizar a construção da memória dos escritores.

“Essa mostra celebra o encontro, através do diálogo entre a Casa de Alphonsus de Guimaraens e a de Mário de Andrade, preservando a memória desses dois expoentes da literatura brasileira, aproximando-os ainda mais do público visitante”, destaca Ana Cláudia Santos, coordenadora do Museu Casa Alphonsus de Guimaraens.

Encontro célebre

A reunião foi significativa para ambos os poetas. A biografia de Alphonsus, escrita pelo ensaísta Péricles Eugênio da Silva Ramos (1919-1992) para a antologia “Poesia Simbolista”, começa com a citação do autor mineiro: “Há cinco dias – escrevia Alphonsus de Guimaraens a seu filho João – esteve aqui o Sr. Mário de Morais Andrade, de São Paulo, que veio para conhecer-me, conforme disse. Um rapaz de alta cultura”.

Mário escreve sobre sua visita ao poeta mineiro. “Alphonsus de Guimaraens vive retirado no seu solitário refúgio da velha Mariana, a sonhar infinitamente o seu ‘sonho de arte’”, destaca em epígrafe, no artigo “Alphonsus” (1919). Ao final do texto ele observa que Alphonsus era, ao morrer (em 1921), “respeitado inclusive pelos renovadores de nossa literatura”.

Data: 10 de dezembro de 2019 a 31 julho de 2020
Horário:
 de terça a sexta-feira, das 12h às 18h; sábados, domingos e feriados, das 9h às 15h
Local: Museu Casa de Alphonsus de Guimaraens – Rua Direita, 35, Centro – Mariana – MG
Entrada: Gratuita