Exposição Infância Peralta 01/10 a 30/10

No mês de outubro de 2017, o Coren-MG recebe, no Centro de Memória (CDM), a exposição “Infância Peralta”, dos artistas Adão Rodrigues e Jana Campos. A mostra faz uma homenagem às crianças, principalmente àquelas que vivem dentro de todos nós. A exposição exibe 19 trabalhos em tela e papel Canson, com as técnicas diversas, dentre elas óleo, acrílica e aquarela, que retratam o imaginário infantil.

A mostra possibilita tudo isso ao exibir imagens de uma infância comum no interior de Minas, permitindo a interação das crianças com o universo da arte. Os visitantes verão esta manifestação cultural como uma opção de leveza em meio à dureza dos concretos que cercam os grandes centros urbanos.

As aquarelas de Jana Campos são divertidas e coloridas, retratando crianças e suas peraltices. Os conteúdos lúdicos são muito importantes na aprendizagem, pois incutem nas crianças a noção de que aprender pode ser divertido, além de potencializar a criatividade e contribuir para o desenvolvimento intelectual das crianças.

Segundo o artista plástico Adão Rodrigues, seus trabalhos contam a história de sua infância em Manhuaçu, na Zona da Mata de Minas. “Era uma infância cheia de folclore. Morei na roça até os 6 anos e depois fui para cidade estudar. Em uma tela, pintei as crianças que acordavam cedo para moer cana na engenhoca. Essa garapa era usada para fazer o café, era o nosso refrigerante e era usada para adoçar tudo: bolos, doces… Não havia charrete, mas, sim o carro de boi e o cantado era diferente dentre os carros por causa de óleos usados no eixo entre os cocões, como óleo de mamona, gordura de porco, entre outros”, descreve.

A exposição ficará no Centro de Documentação e Memória (CDM) do Coren-MG durante o mês de outubro de 2017, de 8 às 18h, de segunda a sexta-feira. O CDM fica na Rua da Bahia, 916, no 4º andar, no Centro de Belo Horizonte/MG. Contato: (31) 3238-7549.

A entrada é franca! Venha conferir!

Patrocinado