Exposição Dos Acaiacas ao Niemeyer 31/08 a 17/09

Prédios ícones da capital mineira, que guardam segredos e histórias, os edifícios Acaiaca e Niemeyer são como livros de concreto que contam detalhes sobre a história e patrimônio de Belo Horizonte. Admirados pela maioria dos moradores —e turistas— da cidade, os edifícios ganharam lugar de honra na exposição “DOS ACAIACAS AO NIEMEYER”, que está aberta ao público até o dia 17 de setembro na Galeria Georges Vincent – Aliança Francesa (Rua Tomé de Souza, 1418 – Savassi).

A exposição tem por objetivo apresentar uma reinterpretação dessas verdadeiras obras de arte, pelas técnicas da fotografia e da pintura, sendo o Edifício Acaiaca nas fotografias de Alessandra Filardi e o Edifício Niemeyer nas pinturas de Rafael Abreu. Um conjunto que apresentará, como ciclo atemporal, as faces de edifícios ícones da arquitetura belo-horizontina.

Ambos os artistas buscaram fazer isso guardando simultaneamente a conexão com o discurso retórico e a linguagem poético-visual contemporânea, a fim de diversificar óticas, versões, com diferentes cargas interpretativas e expressivas, o que não descarta o fato de que, em qualquer desempenho estético contemporâneo ocorre o mesmo – apenas que as interpretações artísticas aqui apresentadas se dão por expressões plásticas estendidas em programas iconográficos dotados de discursos próprios.

Abordar a arte através da paisagem urbana como meio de explorarmos os espaços públicos em que vivemos e trazer ao observador uma possibilidade de encontrar a poética arquitetônica, há tempos trocada pelos passos rápidos com que nos movimentamos na cidade.

 

Aberta ao público até dia 17/09/2017

Local: Galeria Georges Vincent – Aliança Francesa

Rua Tomé de Souza, 1418 – Savassi

Informações: (31) 32915187

Adicionar Comentários

Clique para comentar