Folia das Cores e do Movimento exposição de Willi de Carvalho 22/11 a 08/03

Pequenas obras de arte – miniaturas, esculturas e alegorias – revelam cenas das cidades do interior, suas festas, tradições, religiosidade e fé. Peças em cores vibrantes e detalhes que impressionam. Esta é a exposição “Folia das Cores e do Movimento”, em cartaz a partir desta sexta-feira (22/11) no Centro de Arte Popular (CAP), espaço cultural que integra o Circuito Liberdade, em Belo Horizonte.

Concebida pelo artista mineiro Willi de Carvalho, referência no mercado da arte pela genialidade na confecção de miniaturas e pela utilização da técnica tridimensional, a mostra apresenta cerca de 25 obras, além de vários cadernos de rascunhos usados durante seu processo de criação. A entrada é gratuita.

Willi já realizou mais de 40 exposições individuais e participou de cerca de 200 coletivas. Natural de Montes Claros, Norte de Minas Gerais, começou a carreira pintando quadros, produzindo cenários e fazendo figurinos para grupos de teatro da cidade. Suas peças, que revelam cenas corriqueiras do interior, são produzidas com materiais comuns como papel, pano, arame, palitos e caixas de fósforos, de remédios, miçangas, fitas, serragem. São oratórios, esculturas, microcenários de manifestações culturais populares como o Reinado, Congado, Catopés, Caboclinhos, Folia de Reis, Bumba meu boi, entre outras.

Willi descreve seu trabalho como surrealista, onde tudo pode. “Mini bonecos passeiam pelos cenários como se estivessem vivos, ‘brincando’ nas folias, nas procissões ou em alguma festa. Brinco com temas diversos, do sacro ao profano”, revela o artista. Um dos temas centrais da sua obra são as festas populares mineiras. Símbolos como o estandarte, peça importante em tais festas, e os espirais, representando a lembrança barroca das cidades históricas de Minas, encantam pela beleza e combinação de cores e pelos materiais utilizados para sua confecção.

Data: 22/11 (sexta-feira) a 8/3 (domingo)

Horário: De terça a sexta-feira, das 10h às 19h; sábados, domingos e feriados, das 12h às 19h

Local: Centro de Arte Popular – Rua Gonçalves Dias, 1.608, Funcionários, Belo Horizonte

Entrada gratuita

Adicionar Comentários

Clique para comentar