Elas Festival 18/10 a 20/10

O empoderamento feminino está em pauta e merece ser discutido e valorizado cada vez mais. Para contribuir com esse processo, surge o Elas Festival que ressalta o protagonismo feminino na cena cultural e incentiva a cultura de equidade de gênero. O evento acontece entre os dias 18 e 20 de outubro e a programação conta com shows de Julia Branco, Tamara Franklin e Dolores 602, além de bate-papos, exibição de filmes, mostra de empreendedoras, exposição fotográfica e muito mais. A exibição de filmes e debate com as diretoras ocorrem no Cine Centroequatro enquanto as demais atividades são realizadas na Funarte MG.

            A produtora cultural e idealizadora do festival, Ana Carolina Linares, explica que queria colocar em prática um projeto que tivesse um propósito além do entretenimento, alinhado às causas que ela acredita. “Sou produtora cultural e há 15 anos realizo os sonhos de outras pessoas. Queria dar voz e protagonismo para tantas mulheres incríveis e que têm muito a dizer. Foi da vontade de promover práticas e ações que trabalhem a equidade de gênero, o respeito à diversidade e o empoderamento, que nasceu o ELAS”, completa.

A programação será aberta com a exposição fotográfica Empoderamento Feminino. Com curadoria da fotógrafa Bianca Aun, a seleção foi feita a partir do envio de registros de fotógrafas amadoras e profissionais que foram capazes de capturar a essência do empoderamento.

Uma série de debates integra as atividades: o Papo com ELAS. Na sexta-feira, às 20h, o tema é “Mulheres, tecnologia e startup: Construindo o nosso espaço”, com Talita Batista, Lizandra Muniz, Bárbara Fraga e Paula Faria. No sábado, às 16h: “Qual o lugar das travestis no feminismo”, com Duda Salabert, Gisella Lima, Giovanna Heliodoro, Anyky Lima e mediação de Vanessa Sander. Já no domingo há duas seções, a primeira às 14h, “O Sagrado Feminino”, com Adriana Gontijo da Pachamama e a segunda discute o empoderamento das mulheres negras, com “ELAS podem TUDO!”, com curadoria de Joyce Cordeiro e Nath Orleans Barcelos.

A temática do empoderamento feminino também faz parte da exibição de filmes e debate com as diretoras. As seções ocorrem no sábado e no domingo, em três momentos:  às 10h, com montagens infantis de Tia Sheiluda e seus alunos; às 14h com títulos experimentais mineiros e às 16h com curtas mineiros sobre o ser político. No domingo, a mostra de filmes encerra com a exibição de Baronesa, de Juliana Antunes, às 16h.

            Haverá também uma Mostra de Empreendedoras, com exposição e venda de marcas que contam com mulheres à frente do empreendimento. Entre as já confirmadas estão Pachamama, Chakra, Karola, Benedita Acessórios, Pólis, Énia Dára Moda Afro e Remexe.

            A produção é da Bandeira Branca e a gestão do projeto é da Firmato Consultoria. Este projeto é realizado com recursos da Lei de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte e conta com o patrocínio da Rock Content e do BDMG, além do apoio da Funarte MG e da Pachamama.

Datas: de 18 a 20 de outubro

Locais: Funarte MG – Rua Januária, 68 – Centro

Cine Centroequatro – Praça Rui Barbosa, 104 – Centro

Entrada gratuita