É possível ser mãe mesmo após ter câncer de mama

Congelamento de óvulos é alternativa para mulheres que não abrem mão da maternidade

Os avanços da medicina reprodutiva podem ser a solução para as mulheres que passam por um câncer de mama e por todo o difícil processo do tratamento contra a doença. Técnicas avançadas já possibilitam o tratamento para a preservação da fertilidade das mulheres, através do Congelamento de Óvulos.

Os tratamentos oncológicos de quimioterpia e radioterapia, indicados para o combate ao câncer, afetam diretamente as células germinativas – óvulos e espermatozoides – podendo, assim, levar ao esgotamento dessas células e consequentemente à infertilidade. Considerando essa possibilidade, se a mulher deseja ter um filho após o tratamento contra o câncer, suas chances podem estar comprometidas.

Nestes casos, além da orientação e do acompanhamento do oncologista, as pacientes com câncer de mama que desejam preservar sua fertilidade devem procurar especialistas em reprodução assistida.

Na Clínica Origen, referência nacional no assunto, o processo é relativamente rápido. Após análise completa do quadro clínico da paciente com avaliação da reserva ovariana, os especialistas definem o método mais adequado de tratamento, para a paciente.

O Congelamento de Óvulos é um procedimento que pode ser realizado entre 10 e 15 dias antes do início do tratamento oncológico, podendo ser iniciado em qualquer fase do ciclo, não havendo a necessidade de a mulher esperar até a próxima menstruação.

O câncer de mama e a maternidade

Outubro é o mês no qual os olhares se voltam para a conscientização sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. Considerado o segundo tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, local onde, segundo o INCA – Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva – este tipo de câncer corresponde a cerca de 28% dos novos casos da doença a cada ano. Somente em 2018, o INCA estima que​ 59.700 novos diagnósticos serão registrados. Muitas dessas mulheres, ainda em idade reprodutiva, desejam engravidar ou preservar sua fertilidade para um momento posterior de suas vidas. Sem as informações corretas, algumas delas imaginam ser necessário abrir mão do sonho de ser mãe e o avanço das técnicas de reprodução podem ser a solução para manter este sonho vivo por um bom tempo.

Sobre a Clínica Origen

Além de seguir as orientações do oncologista, é importante que as pacientes com câncer que queiram engravidar, busquem a ajuda de especialistas. Fundada pelos médicos Marcos Sampaio e Selmo Geber, a Clínica Origen, há mais de 20 anos uma referência no assunto, mantém um alto padrão tecnológico e desenvolve reconhecidas pesquisas científicas que ajudam no desenvolvimento de técnicas e tecnologias de fertilização que auxiliam milhares de mulheres por ano, a realizarem o desejo de serem mães.

Adicionar Comentários

Clique para comentar