Chama o Síndico lança o primeiro disco 20/07

“Um dia eu chego lá” traz uma homenagem a Tim Maia em 10 faixas e marca a estreia do bloco nas plataformas digitais

O Bloco Chama o Síndico inovou no carnaval mineiro ao adaptar clássicos de dois grandes mestres da música brasileira aos enredos carnavalescos. Há oito anos, Tim Maia e Jorge Ben Jor são lembrados na festa belo-horizontina. Engrossando a folia desde 2012, o Chama o Síndico foi para além carnaval. Formou uma banda e desde então, segue levando o repertório com arranjos autorais e sotaque bem brasileiro para festas, shows e festivais. Em julho, eles comemoram o lançamento do álbum “Um dia eu chego lá”. Gravado com patrocínio da Cemig via Lei de Incentivo à Cultura de MG, o disco é uma releitura de parte do repertório de Tim Maia. Para a ocasião, o grupo se apresenta na Praça da Estação, na programação da 5ª edição da Virada Cultural de BH e conta com a participação da garota sangue bom, a carioca Fernanda Abreu.

O trabalho conta com 10 faixas e participação especial de rappers em três delas: BNegão na música “Terapêutica do Grito”, Kainná Tawá em “Guiné Bissau Moçambique e Angola” e Matéria Prima na faixa-título do disco. Produzido, mixado e masterizado por Lenis Rino e Marcelinho Guerra, o álbum foi gravado no Estúdio Stereoutono (BH) em novembro de 2018. Os arranjos são assinados coletivamente pelos 11 integrantes da banda, e apresentam uma releitura baseada em ritmos brasileiros, trazendo uma nova sonoridade para clássicos como “Me dê motivos” e “Canário do Reino”.

Há 21 anos, a música popular mundial perdeu o ícone Tim Maia, que faleceu em 1998 aos 55 anos, devido à uma infecção decorrente de um edema pulmonar e uma crise hipertensiva.

Data: 20 de julho de 2019

Sábado às 22h

Local: Praça da Estação

Entrada franca:

O disco será lançado em todas as plataformas digitais no dia 19 de julho. 

Adicionar Comentários

Clique para comentar