Casa Gaia – terreno de 260 mil m² de área de preservação ambiental

Minas Gerais abriga Centro de Referência Agostiniano em Ecologia Integral visando reflexão e mudança em padrões de consumo, estilo de vida e valores

Com as temáticas sobre ecologia e sustentabilidade, na Casa Gaia serão ofertados Cursos Livres, Estudo das Ciências com a Natureza, Educação Superior e acampamentos

Um terreno de 260 mil m² de área de preservação ambiental em Mário Campos (MG), na região metropolitana de Belo Horizonte, a 17 km do Inhotim, foi o local escolhido para abrigar a Casa Gaia – Centro de Referência Agostiniano em Ecologia Integral, que acaba de ser inaugurado. O  espaço é um convite a uma real reflexão e mudança dos padrões de consumo, estilo de vida e valores, e nasce com o objetivo de ser um lugar de elaboração de um novo diálogo que evidencie o poder de transformação do indivíduo.

Segundo a coordenadora da Casa Gaia, Aleluia Heringer, o surgimento do projeto é um chamado a uma nova solidariedade universal que se impõe diante da crise ambiental, sem precedentes, que a humanidade enfrenta. “Somos chamados a tomar consciência da necessidade de mudanças de estilos de vida, de produção e de consumo. A humanidade tem extrapolado, todos os anos, cada dia mais cedo, a biocapacidade do planeta de se recuperar. A cultura ecológica é fruto de uma conversão ecológica, vivida individualmente, em primeiro lugar, e, assim, leva-nos a pensar e a viver a partir da perspectiva de cidadãos planetários”, comenta Aleluia Heringer, que também é doutora em Educação.

No local, serão ofertados Cursos Livres, Estudo das Ciências com a Natureza e Educação Superior (em fase de credenciamento pelo MEC), além de experiências que permitirão encontros significativos, trocas e um contato profundo com a natureza como os acampamentos em dormitórios e barracas para todas as idades. Seminários e fóruns de discussão ligados à ecologia e sustentabilidade também poderão ser realizados.

A Casa Gaia é  uma unidade da Sociedade Inteligência e Coração (SIC), entidade civil de assistência social e sem fins lucrativos dos freis agostinianos. A SIC é a mantenedora do Colégio Santo Agostinho, unidades Belo Horizonte (bairros Santo Agostinho e Gutierrez), Contagem e Nova Lima , e responsável por várias obras sociais no âmbito da educação no país. Com

Líder de Sustentabilidade da SIC, Aleluia Heringer ressalta que o local será um espaço conceitual, que pretende reunir forças, conhecimentos, pessoas e experiências em uma grande teia de cooperação para inspirar e fazer acontecer o cuidado com a nossa Casa Comum, que é o planeta. “A aprendizagem da Ecologia Integral irá permitir ampliar o campo de visão e enxergar conexões, contextos e interdependências para o lançamento das bases de uma sociedade sustentável”, revela Aleluia.

O Centro de Referência possui múltiplos espaços de ensino com diferentes tamanhos e perfis, cozinha vegetariana, pomar e horta de cultivo agroecológico e equipe própria para apoio na execução dos cursos. O local possui alojamento para 64 pessoas, 32 apartamentos (de simples a triplo) e área de camping para até 70 pessoas.

Um dos projetos diferenciados do Centro de Referência é o “Acampa Gaia”. Em meio a uma belíssima mata nativa e preservada, crianças, jovens e adultos poderão vivenciar dias incríveis de experimentações e descobertas, valorizando a natureza, cultivando a gratidão, a curiosidade e desenvolvendo a criatividade e novas habilidades para a vida. São diversas modalidades como o Acampa Escola, o Acampa Junto (pais e filhos de 3 a 7 anos) e o Acampa Camping (estilo escotismo).

Além da realização de eventos próprios, a Casa Gaia está disponível para aluguel do espaço. Nos dias 28 e 29 de setembro, será realizado o primeiro curso no local, promovido pelo Centro de Referência. Com a temática “Já pra fora: a importância de brincar com a natureza”, ele é voltado à formação de educadores.

Curiosidade_ Gaia foi uma das deusas primordiais da mitologia grega, nascida no grande princípio da criação, ou seja, é a grande mãe de tudo já criado. Na Casa Gaia, a Casa Comum, o planeta está no centro das discussões sobre como construir uma sociedade com desenvolvimento sustentável.