A tradição e a alta gastronomia nas delícias das Festas Juninas

Ingredientes tradicionais movimentam as vendas e inspiram releituras dos pratos clássicos da celebração popular

Junho já chegou e com ele as Festas de Santo Antônio e São João.  Essa época é muito aguardada não só pelos festejos, mas também pela grande oferta de comidas típicas, como canjica, caldos, quentão, milho e muito mais. Como toda Minas Gerais, Belo Horizonte é bem conhecida na gastronomia pela criatividade de chefs em fazer releituras de itens clássicos da cozinha mineira, misturando tendências e técnicas modernas.

As vendas desses produtos típicos crescem significativamente nesta época do ano. Segundo a Nova Safra Food Service, distribuidora de alimentos para panificadoras, restaurantes e supermercados, amendoim, milho e pipoca são os produtos com maior procura, com um incremento nas vendas de 20% a 30%. Já a canjica, por exemplo, tem quase toda venda do ano concentrada apenas nos meses de junho e julho. 

De acordo com o chef Lucas Marlon, da Academia Nova Safra, a maioria das pessoas ainda prefere as receitas mais consagradas. “O tradicional é aquele que nunca sai de moda. Por mais que tenham aparecido novas receitas, novas maneiras de fazer, grande parte do público de festas juninas opta mesmo pelos pratos clássicos”, destaca.

Adaptações

Mas é possível também apresentar ingredientes que não podem faltar em qualquer festa junina de uma maneira diferente, até uma mistura de tradições. É o que fez a La Parisserie, confeitaria francesa situada em Belo Horizonte. O macaron, doce francês consagrado mundialmente, fica ainda mais delicioso com um toque brasileiro. Aproveitando a época, a chef pâtisserie Mariana Correa desenvolveu o macaron de paçoca.

“O sabor do amendoim é perfeito para ser utilizado na técnica do macaron. Nós fizemos no ano passado e estamos retornando com ele em 2019 devido ao sucesso entre os nossos clientes. Mesmo fora da época de festas me perguntam se ainda tem o macaron de paçoca”, conta a chef pâtisserie.

Adicionar Comentários

Clique para comentar