2ª Mostra Nos Porões da Loucura promove monólogos teatrais femininos 10/05 a 02/06

Promovida pela Caligari Produções, a mostra será realizada entre os dias 10 de maio e 02 de junho, no Teatro Marília. Um dos destaques da programação é a mostra de monólogos femininos sobre a loucura, que convidam o público a refletir a respeito da arte, da loucura, do lugar da mulher na sociedade e a violência sofrida cotidianamente.

Criada com a proposta de destacar, por meio de uma diversificada programação artística e cultural a importância da luta antimanicomial no Brasil, a II Mostra Nos Porões da Loucura promoverá em sua 2ª edição uma mostra de monólogos teatrais femininos. Nos dias 10, 11 e 12 de maio, o Teatro Marília receberá a apresentação de três espetáculos solos proagonizados por mulheres: “Ensaio para a Senhora Azul”, da atriz Kelly Crifer, “Peixes” de Ana Regis, e “Rio da Lua” de Magdalena Rodrigues.

Logo na noite de abertura da programação geral, na sexta-feira (10/05), a mostra recebe às 20h30 a apresentação de “Ensaio para a Senhora Azul”. A montagem solo da atriz Kelly Crifer foi elaborada ao longo de doze meses de trabalho, a partir de uma pesquisa em torno da dramaturgia do corpo, trazendo urgências diante do indizível da mulher, o percurso e narrativas do feminino e a invisibilidade. Assim, o corpo da intérprete é o instrumento para retratar estados de euforia excessiva, irritabilidade extrema, perpassando por voos de pensamentos, saltos de uma ideia para outra, aumento de energia até estados de alucinação, arriscando sob os limites  entre lucidez e loucura, chegando às subjetividades, instigante de forma bem humorada a reflexão de temas triviais e questões internas da natureza humana.

No sábado (11/05), ás 20h30, ocorre a apresentação de “Peixes”, solo de Ana Régis, com dramaturgia baseada em relatos reais anônimos e não anônimos de várias mulheres violentadas que dão números às assombrosas estatísticas de violência doméstica no Brasil. Assim, “Peixes” é a oportunidade  para a atriz personificar em cena as  dores, sofrimentos e inquietações dessas mulheres que muitas vezes são banalizadas e não têm direito a voz na sociedade.

No domingo (12/05), às 19h, o espetáculo “Rio da Lua”, protagonizado por Magdalena Rodrigues, é inspirado na  poesia  sofrida de Stela do Patrocínio, interna da instituição psiquiátrica “Colônia Juliano Moreira”, no Rio de Janeiro. Desta forma, o espetáculo da voz àqueles que já não fazem parte, mas que existem, de alguma maneira são conscientes, capazes de articular palavras ou emitir sons de  uma trilha sonora composta na pureza ou na confusão de seus corações.

Logo após o espetáculo, acontecerá a discussão “o feminino e a loucura da violência”, onde a psiquiatra Ana Marta Lobosque e a atriz Magdalena Rodrigues analisarão o atual momento da mulher, os reflexos da violência no cotidiano feminino e a arte como discurso de liberdade para a opressão feminina.

NOS PORÕES DA LOUCURA

*Datas: 10, 11, 12, 16, 17, 18, 19, 24, 25, 26, 30, 31 de maio; 01º e 02 de junho.

Horário: Conferir programação

Local: Teatro Marília(Avenida Professor Alfredo Balena, 586 – Santa Efigênia- BH)

Informações: www.nosporoesdaloucura.com.br

*Todos os debates, exibições de filmes e a exposição possuem entrada franca.

Mostra de monólogos femininos

10/05, às 20h30 – “Ensaio para a Senhora Azul”. Direção de Robson Vieira e interpretação de Kelly Crifer;

11/05, às 20h30 – “Peixes”, de Ana Régis

12/05, ás 19h – “Rio da Lua”, de Magdalena Rodrigues;

Local: Teatro Marília (Av. Professor Alfredo Balena, 586 – Santa Efigênia- BH)

Ingressos: R$40 (inteira) e R$20 (meia-entrada)

Adicionar Comentários

Clique para comentar