Cataguases recebe itinerância da exposição Recorte: Acervo FCS 03/06 a 16/07

Cataguases, localizada na Zona da Mata mineira, é o próximo destino da exposição Recorte: Acervo FCS, que integra o programa de Itinerância de Artes Visuais da Fundação Clóvis Salgado, destinado a democratizar o acesso às artes visuais. O público terá a oportunidade de conhecer obras modernistas e contemporâneas de Andréa Lanna, Carlos Wolney, Eymard Brandão, Fátima Pena, Fernando Velloso, Jorge dos Anjos, Marcos Coelho Benjamim, Maria Helena Andrés, Mário Silésio e Sara Ávila.

De acordo com o presidente da Fundação Clóvis Salgado, Augusto Nunes-Filhos, o projeto de itinerância é uma oportunidade de garantir a fruição cultural por Minas. “Queremos levar nosso trabalho para fora do Palácio das Artes, mostrar o que a FCS tem realizado em Belo Horizonte e garantir que o interior também tenha acesso a essas produções”, afirma Augusto Nunes-Filho.

Além de Cataguases, os municípios de Ouro Preto, Barbacena e Congonhas já receberam a Itinerância em Artes Visuais da Fundação Clóvis Salgado.

 

Período expositivo: 3 de junho a 16 de julho

Local: Centro Cultural Humberto Mauro

Endereço: Rua Coronel Vieira, 10 – Centro, Cataguases

Horário: das 8h às 18h, de segunda a sexta

Entrada gratuita

Classificação: livre

Informações para o público: (31) 3551-3637

Adicionar Comentários

Clique para comentar