Campus Saúde da UFMG promove ações em apoio ao Movimento Maio Amarelo

 

O campus Saúde da UFMG está apoiando o Movimento Maio Amarelo, que tem como objetivo chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. No dia 17 de maio, às 10 horas, na Avenida Alfredo Balena, próximo à entrada do campus,será realizada uma blitz educativa com a Guarda Municipal de Belo Horizonte, BHTrans e com o Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG). Com o tema central “Minha Escolha Faz a Diferença”, o Movimento visa promover uma reflexão das possibilidades de escolhas no dia a dia que podem acarretar graves consequências no trânsito, como usar o celular ao volante, beber e dirigir, não usar o cinto. Todas essas ações são passíveis de escolhas e, consequentemente, de prevenção de graves ocorrências.

O Brasil figura entre os 10 países responsáveis por 62% das vítimas em acidentes no mundo, sendo o quinto em mortes. O alto índice preocupa a Organização das Nações Unidas (ONU), que promove, até 2020, a Década de Ação para a Segurança no Trânsito. A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas.

A cor amarela foi escolhida em alusão à sinalização de advertência, utilizada nos semáforos. Por isso ficou conhecida como a cor da atenção pela vida. Assim como os movimentos de conscientização de combate ao câncer de mama, de próstata e contra o vírus HIV, o Maio Amarelo também é simbolizado pelo laço, nesse caso, amarelo.