À Margem: o Rio e a Cidade 05/04 a 29/04

Construída para ser a sede da nova capital das Minas Gerais, Belo Horizonte tinha um plano ousado: ser a primeira cidade moderna da República. O antigo arraial que aqui existia foi dando lugar a imponentes construções e largas avenidas. Mas, nesse processo, muito foi deixado para trás. Os rios e córregos foram e continuam sendo enclausurados pelo concreto das ruas. Nos poucos que ainda sobram à vista, a intensa poluição dos leitos d’água e a degradação de suas margens causam danos irreparáveis.

Reaproximar a população da natureza no ambiente urbano é a proposta da programação À Margem: o Rio e a Cidade, que conta com duas mesas de debate e um aulão público com café da manhã. As atividades acontecem de 05 a 29 de abril e integram a programação da exposição À Margem: Água, Cultura e Território, que celebra os 20 anos do projeto Manuelzão, os 7 anos do Espaço do Conhecimento UFMG e os 90 anos da UFMG. A participação é gratuita e tem classificação livre.

 

 

Atividades: mesas de debate e aulão público

Quando: 05 a 29 de abril

Onde: Espaço do Conhecimento UFMG e Avenida Santos Dumont

Participação gratuita

Adicionar Comentários

Clique para comentar