Descubra Casa Branca

PARA INICIANTES E OS PRATICANTES
DE TREKKING UM MESMO ROTEIRO: CASA BRANCA

Seja você é um praticante de Trekking profissional ou um iniciante na modalidade, o Agenda BH traz uma dica de roteiro para atender a todos os gostos, o distrito de Casa Branca em Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte. Um povoado com excelente infraestrutura de hospedagem, gastronomia e que convive em perfeita harmonia com a natureza. O acesso a Casa Branca é super fácil. Saindo de BH, o melhor caminho é via BR-040 no sentido RJ, chegando no Posto Chefão basta entrar a direita na rua Montreal. Siga ate a portaria principal do Parque Estadual do Rola Moça, trajeto de aproximadamente 3 km, ao passar pela portaria do parque siga por cerca de 10 km e pronto, você já estará em Casa Branca. Sabe o que é melhor? Além de ser muito perto a estrada é 100% asfaltada e sinalizada. O povoado é pequeno, mas muito aconchegante o que não deixa faltar aquele ar de cidade mineira. A simplicidade fica por conta apenas do tamanho, porque se você faz questão de pousadas e restaurantes alto nível Casa Branca não te deixa na mão.

Se você é do tipo que prefere locais mais simples tem também. Os bons bares mineiros
de mesas debaixo das arvores ou na calçada são encontrados com cardápios variados e preços muito acessíveis. Mas vamos ao foco da nossa dica: Trekking! Quando dizemos que Casa Branca é uma excelente opção para praticantes e iniciantes, é porque o local oferece diversas trilhas de fácil porém ricos caminhos ate cachoeiras incríveis de águas cristalinas que encantam turistas de todos os lugares.

A equipe do Agenda BH fez uma dessas trilhas em direção a Cachoeira das Ostras. Da praça central de Casa Branca ate o início da trilha o acesso pode ser feito de carro durante um percurso de aproximadamente 12 minutos em rua calçada, sem dificuldade, depois é preciso estacionar
o carro em uma área ainda residencial e seguir a pé.

A primeira etapa da trilha é muito tranquila, vegetação baixa e em campo aberto com uma trilha longa de chão batido e o caminho predominantemente reto. A segunda etapa fica um pouco mais complicada, mas mesmo para quem é iniciante consegue fazer o trajeto sem maiores desafios. É uma trilha por uma montanha de pedras e subida íngreme, porém com pedras fixas, sem maiores riscos. A terceira e última etapa da caminhada é a mais bonita sem dúvida, com vegetação de cerrado e um ar puro e muito fresco, a trilha é o tempo todo margeada por águas transparentes que vem de uma nascente do topo da montanha e acompanha o caminhante em todo percurso, em vários locais desse trajeto é possível mergulhar em piscinas naturais ornadas por pedras e plantas tornando o local um verdadeiro refúgio natural, mas não se demore demais nos encantos das piscinas naturais, o melhor ainda está por vir, a cachoeira!

Bem próximo a cachoeira uma forte descida requer atenção, com ladeiras altas e de terreno irregular é preciso ficar atento. Depois de uma caminhada que dura em média 2 horas e 30 minutos em um ritmo de um iniciante a recompensa é uma linda cachoeira com uma água deliciosa que refresca todo o suor acumulado na caminhada refrescando corpo e a alma. O poço da cachoeira permite mergulhos e alterna trechos fundos e rasos, cercado por pedras e arvores que tornam o lugar ideal para passar o dia com muita tranquilidade e sintonia com a natureza. É impossível encontrar alguém que faça esse trajeto e se arrependa, por todos os motivos encontrados ao longo do caminho e pela linda cachoeira no final da trilha. Se você curtiu nossa dica e pretende fazer o trajeto, recomendamos que você saia de casa cedo para não caminhar com o sol muito quente, inicie a trilha no máximo as 8h da manhã. Não carregue muito peso pois o trajeto apesar de fácil possui subidas e descidas muito pesadas e que podem ficar piores com excesso de peso. Tênis ou bota são melhores opções no que diz respeito ao calçado e roupas leves e elásticas facilitam a pratica. Crianças e pessoas mais velhas podem ate fazer o trajeto mas vão encontrar maiores dificuldades e pode ser necessário que sejam auxiliadas em quase todo percurso, aumentando em pelo menos 1 hora o trajeto.

Dica na mão, roteiro definido, agora é sua vez! Conheça Casa Branca, visite a Cachoeira das Ostras, uma prova de que natureza exuberante nem sempre esta tão longe e inacessível quanto nos pensamos.

 

Fotos: Guilherme Haruo

Texto: Thiago Paiva

Adicionar Comentários

Clique para comentar